Vestido de noiva sereia deixa o corpo curvilíneo, mas pode destacar pontos fracos.

outubro 17th, 2013

vestido-de-noiva-sereia-deixa-o-corpo-curvilineo-mas-pode-destacar-pontos-fracos

O vestido de noiva sereia, que foi destaque na Bridal Fashion Week, pode equilibrar o volume do corpo e valorizar a silhueta. Mas, dependendo da forma como é usado, pode aumentar o volume do quadril. A seguir, estilistas ensinam a usar o modelo.

Mais uma vez o vestido sereia foi destaque na Bridal Fashion Week. E não poderia ser diferente, já que sua modelagem – ajustada na cintura e no quadril e com a barra ampla – valoriza a silhueta. Por ser ajustado, no entanto, noivas que estão acima do peso precisam evitá-lo, mas é a proporção do corpo que define quem pode usar e como.

O modelo agrega volume à parte inferior do corpo, além de deixar o quadril em evidência. O ideal é que o vestido seja usado por mulheres de silhuetas ampulhetaombro e quadril com a mesma largura e cintura fina -, triângulo invertido – medida do ombro maior do que a do quadril – e retangular – ombro, quadril e cintura com a mesma medida.

“A modelagem equilibra o volume do corpo dando volume ao quadril da noiva que tem o ombro largo, por exemplo”, afirma Elisa Lima, estilista da Trinitá. A barra tradicional do vestido sereia pode achatar a silhueta porque ganha volume da altura do joelho. O modelo é indicado para uma mulher alta e esguia. Mas, feito sob medida, o modelo sereia também pode ser adaptado à mulher baixinha.

“Se ela adaptar um vestido que já está pronto, ele pode perder o detalhe. É melhor fazer um e usar o detalhe no ponto estratégico no qual ela não parece mais baixa e o detalhe não seja perdido”, aconselha a estilista Julia Cencini.

Uma alternativa pode ser o modelo trompete, que oferece uma vantagem em relação ao sereia: a barra fluida que diminui o risco de achatar a silhueta.

Leave a Reply