Bicicleta e moto são opções para quem deseja inovar na saída da igreja.

agosto 26th, 2013

Para a saída de igreja, muitos pombinhos querem um veículo que chame a atenção. Carros sofisticados, de época e até carruagens estão entre as opções mais utilizadas. Mas que tal inovar e escolher um meio de transporte que, provavelmente, ninguém está esperando? A ideia, além de surpreender convidados e quem vir os noivos na rua, ainda vai render belas fotos para o álbum de casamento. Veja três ideias:

imagem-01-bicicleta-e-moto-são-opções-para-quem-desejar-inovar-na-saida-da-igreja

Moto: se o casal adora andar de moto no seu dia a dia, então por que deixar a moto de lado no grande dia? De moto, os noivos ainda sairão coladinhos da igreja. A noiva, porém, precisa ter um penteado reforçado e um vestido não muito comprido, para evitar acidentes.

imagem-02-bicicleta-e-moto-são-opções-para-quem-desejar-inovar-na-saida-da-igreja

Bicicleta: além de ecologicamente corretas e, ainda por cima, elas rendem fotos belíssimas! Ainda é possível enfeitá-las com uma plaquinha de recém-casados ou flores na cestinha.

imagem-03-bicicleta-e-moto-são-opções-para-quem-desejar-inovar-na-saida-da-igreja

Fusca: saia da igreja em um dos carros mais amados do Brasil! Um fusquinha antigo, reformado e em boas condições, é uma ótima forma de dar um toque vintage ao casamento.

Quem disse que agosto não é mês para casar?

agosto 22nd, 2013

 

quem-disse-que-agosto-não-é-mes-para-casar

Se você está para casar, sabe que há um ditado popular que diz que agosto é o mês do “desgosto“, por isso, não é aconselhável realizar o casamento neste período.

Porém, a lenda está caindo por água abaixo, conforme mostram especialistas no assunto. Segundo eles, agosto está se tornando um dos melhores meses para casar por conta das promoções e preços baixos usados para atrair o consumidor.De acordo com pesquisas recentes divulgadas pelo IBGE, 45.801 casamentos foram realizados em agosto.

Comparado com outros meses, o número é baixo, fazendo com que tenham mais datas disponíveis neste período, além de serviços e produtos serem oferecidos por valores mais em conta.

Segundo informações da Associações dos Profissionais, Serviços para Casamento e Eventos Sociais (Abrafesta), o setor de casamentos cresce a cada ano e a expectativa nacional é que o setor movimente R$ 16 bilhões somente em 2013, R$ 4 bilhões a mais do que em 2012.

A periguete vai casar! Valdirene escolhe o vestido de noiva na loja de Edith.

agosto 21st, 2013

Márcia resolve investir em um vestido chique para a filha.
imagem-01-a-piriguete-vai-casar-!-valdirene-escolhe-o-vestido-de-noiva-na-loja-da edith

Márcia (Elizabeth Savalla) resolve investir para valer no casamento de Valdirene (Tatá Werneck) com o milionário Ignácio (Carlos Machado). E é na loja de Edith (Bárbara Paz) que a ex-chacrete compra o tão sonhado vestido de noiva da filha! Que moral, hein? Mas, com pouco dinheiro no bolso, a dogueira não pensa duas vezes antes de dar uma grana de entrada para garantir o modelito. Ela ainda combina com a loira que o noivo vai pagar o resto das prestações.

No início, Valdirene quer um vestido curto e cheio de paêtes, mas não é que a periguete acaba se encantando por um modelo clássico, que é a cara da riqueza? E é claro que a mãezoca morre de orgulho ao ver, finalmente, a filhota vestida de noiva.

É… Parece que agora vai! Valdirene enfim será casada com um milionário! Não perca a cena, que vai ao ar a partir de segunda-feira, dia 19 de agosto.

imagem-02-a-piriguete-vai-casar-!-valdirene-escolhe-o-vestido-de-noiva-na-loja-da edith

“Diminua o stress a organizar o seu casamento!”

agosto 19th, 2013

imagem-01-diminua-o-stress-a-organizar-o-seu-casamento

Um dos erros mais comuns na organização do casamento é cometido, na maior parte das vezes, pela noiva. Por ser o dia com que qualquer mulher sonha, está tudo delineado na sua mente.Este fato faz com que a noiva caia no erro de achar que consegue organizar tudo sozinha. É nesse momento que começa a verdadeira demanda em busca do casamento perfeito. No entanto, o que acontece na maior parte das vezes, é que combinadas todas as decisões do casamento às obrigações profissionais e pessoais, a tendência é entrar em stress profundo.

Assim se instala o caos correndo o risco de tornar o momento mágico da organização de um evento tão especial num suplício e pesadelo, já para não falar que o desempenho profissional cai a pique, pois na sua cabeça o casamento torna-se a prioridade.O casamento é uma dos momentos mais importantes vividos na vida de um casal, um momento que vai para sempre ficar eternizado no coração e nas suas mentes como sendo um ato de amor verdadeiro e, como tal, todo o processo até ao dia deve ser vivido com tranquilidade.

É importante que tenha em mente que o dia do casamento passa muito rápido, assim se aproveitar e desfrutar de todos os pormenores com a calma máxima vai compensar aquela sensação de efemeridade que o casamento causa nas noivas depois do grande dia.A tranquilidade com que vive todo o processo da organização permitirá com que desfrute mais do seu casamento e no dia estará mais feliz .

O grande segredo é mentalizar-se que não conseguirá fazer tudo sozinha e que não tem porque carregar o mundo todo às costas para organizar o casamento. A grande dica é pedir ajuda.

imagem-02-diminua-o-stress-a-organizar-o-seu-casamento
1 – Inclua o noivo em todas as decisões

Muitas vezes os homens parecem alheios a tudo e muitas vezes a mulher até confunde a pouca proatividade do noivo com falta de entusiasmo no que diz respeito ao casamento. Isto acontece, porque as noivas estão sempre tão ansiosas que os noivos têm receio de estragar só de dar opinião.

2 – Fazer uma checklist de todas as tarefas que têm para cumprir ao longo do processo de organização de casamento

Deve organizar-se o mais possível delineando pormenorizadamente todas as etapas do casamento.

3 – Perceber quais as tarefas que têm mesmo de ser cumpridas por si e quais as que pode delegar

Algumas tarefas que têm mesmo de ser tratadas na primeira pessoa:

• Documentação do processo matrimonial

• Escolha do espaço onde se vai realizar o copo de água

• Escolha do vestido de noiva e acessórios

• Pesquisa de penteado e maquiagem (convém que complementem o vestido de noiva)

• Eleição das damas de honor

• Escolha de padrinhos e madrinhas

• Seleção do bouquet

• Eleição, em conjunto com o seu noivo, do destino de lua-de-mel

• Seleção da equipa de fotografia e vídeo que fará a cobertura do dia

• Definição do menú e das bebidas

• Escolha do bolo de noiva

Algumas tarefas que pode delegar a pessoas mais próximas e interessadas em ajudar

• Organização da despedida de solteiro – pode pedir ajuda à madrinha na organização da mesma.

• Organização de alguns pormenores da cerimónia como distribuição dos convidados, preparação dos saquinhos com pétalas de rosa e/ou arroz para depois da cerimónia etc.

• Coordenação da decoração no local do copo de água. Depois de ter decidido e passado a informação do que pretende, delegue esta tarefa a alguém da sua maior confiança como é o caso da mãe ou da sogra que certamente vão adorar a responsabilidade. Vá apenas supervisionando o processo.

• Contato com alguns fornecedores. Por exemplo, escolha as flores que quer ter presentes no dia e o orçamento que tem para gastar nas mesmas e passe a alguém de confiança o contato da florista.

• Criação das lembranças. Reúna uma série de imagens e peça a uma amiga próxima ajuda na tarefa.

• A criação de menús, programas de cerimônia, o plano de distribuição das mesas assim como marcadores de mesa podem ser um trabalho extremamente criativo. Fale com uma amiga/o talentosa/o e peça conselhos na criação do design.

4 – Delimitar orçamentos para cada tarefa e informar todas as pessoas que a estão a ajudar dos mesmos

É muito importante que todas as pessoas envolvidas saibam quanto pretende gastar em cada tarefa para que haja também alguma autonomia da parte delas em encaminhar assuntos e assim nunca exceder o seu orçamento.

5 – Embora tenha ajuda de vários lados, não deixe de ir supervisionando o processo e a evolução dos preparativos

A supervisão é fundamental, pois o casamento é seu e deve estar tudo segundo o gosto do casal.

Uma partilha de tarefas vai ajudá-la a optimizar o tempo e deixá-la mais tranquila durante todo o processo e sobretudo no dia do casamento. Só tem de viver o momento feliz e intensamente junto da sua cara-metade.

O vestido de madrinha de casamento da mulher plus size não precisa ser preto e evasê.

agosto 17th, 2013

No dia a dia, se a mulher plus size usa vestido preto com corte império, como madrinha de casamento, pode escolher a cor que mais gosta desde que a modelagem e o tecido favoreçam a sua silhueta. A seguir, uma professora de moda ensina a escolher. Confira!

o-vestido-de-madrinha-de-casamento-da-mulher-plus-size-não-precisa-ser-preto-e-evase-imagem-01

Na hora de escolher o vestido para ser madrinha de casamento, a mulher plus size tem que desfazer um mito: o preto não domina sua cartela de cores. E se a noiva não definiu uma cor específica, a personalidade determina a decisão. “Todos os tons – e até estampas – estão liberados desde que a modelagem e o tecido valorizem o tipo físico”, diz Elizangela Gomes, professora de moda da Sigbol Fashion.

O modelo ideal, por sua vez, é aquele que não agrega volume ao corpo e não destaca áreas com excesso de peso.O sucesso do visual depende de um conjunto: modelo, tecido e lingerie. Com o corte império ou evasê – que tem uma marcação logo abaixo dos seios -, é fácil acertar, já que ele valoriza o busto e não marca o abdômen. Mas, aqui, a lista de opções também é extensa. “Ela pode usar godê, evasê amplo, drapeado na cintura.

O segredo está no tecido, que tem que ser fluido para não agregar volume ao look”. O tecido fluido, no entanto, exige atenção especial. “Tem que haver uma sobreposição de saias e a lingerie precisa estar adequada ao vestido, modelar o corpo sem apertar”, aconselha Elizangela. “Mas essa regra é válida para toda mulher, não apenas para a plus size”, reforça.

A seguir, inspire-se no visual das famosas e veja dicas para escolher o seu vestido para ser madrinha de casamento.

o-vestido-de-madrinha-de-casamento-da-mulher-plus-size-não-precisa-ser-preto-e-evase-imagem-02

No altar também é possível usar estampas. “A mulher de silhueta plus size só precisa ter o cuidado de escolher o fundo mais escuro do que o próprio desenho, que não pode ser pequeno demais”.

o-vestido-de-madrinha-de-casamento-da-mulher-plus-size-não-precisa-ser-preto-e-evase-imagem-03

O decote V é aliado da plus size na busca por um visual equilibrado. “Ele alonga o colo. E como deixa o busto à mostra, atrai o olhar para região e tira o foco do abdômen”.

o-vestido-de-madrinha-de-casamento-da-mulher-plus-size-não-precisa-ser-preto-e-evase-imagem-04

Textura e pedraria estão liberadas, mas têm que ser posicionadas em regiões estratégicas. “Esses recursos não ‘quebram’ a silhueta quando não ficam nas áreas de maior volume do corpo. Dica: aplique os detalhes no decote ou na barra do vestido”.

o-vestido-de-madrinha-de-casamento-da-mulher-plus-size-não-precisa-ser-preto-e-evase-imagem-05

Durante o dia, o vestido de uma madrinha pode ser curto. À noite, o ideal é que seja longo. Ao escolher um longo como o de Lena Dunham, é difícil errar. Mas, quando o modelo é curto, é preciso atentar-se às possibilidades: “ela só pode usar saia um pouco acima, no meio ou cobrindo totalmente o joelho”, recomenda. O salto, que fica em evidência nesse caso, não pode ser fininho.

o-vestido-de-madrinha-de-casamento-da-mulher-plus-size-não-precisa-ser-preto-e-evase-imagem-06

Textura na barriga pode, mas o decote tem que contribuir para alongar a silhueta. O modelo de Jill Scott, por exemplo, não é o mais adequado, mas já segue a regra. “O decote V funciona como uma continuação do drapeado e deixa a silhueta longilínea”.

5 Dicas para equilibrar o seu look de noiva.

agosto 13th, 2013

Sendo a noiva o elemento surpresa mais esperado de uma cerimônia de casamento, obviamente o cabelo e a maquiagem precisam fazer jus ao momento. Jamais é legal ver uma noiva “transformada” (no sentido ruim da palavra) , ou seja, totalmente fora do seu estilo.

5-dicas-para-equilibrar-o-seu-look-de-noiva-imagem-01

Por isso é preciso ter alguns cuidados para garantir o equilíbrio no look. Por exemplo:

1- Se você escolher um vestido mais simples, poderá evidenciar a maquiagem ou o penteado. Noiva com sombra preta, batom vermelho para noivas, cílios postiços no look de noiva. Nunca os três ao mesmo tempo. Vestidos volumosos combinam com penteados mais leves, e vice e versa.

5-dicas-para-equilibrar-o-seu-look-de-noiva-imagem-02

2- Se você se considera uma noiva tranquila e delicada, obviamente os convidados irão esperar um look leve e igualmente delicado, evite radicalizar justo no dia do seu casamento. Procure embalar suas escolhas dentro do seu estilo.

3- Menos é mais. As escolhas simples às vezes podem ser as mais acertivas. A noiva não será noiva apenas na entrada da Igreja. Não podemos esquecer da festa após a cerimônia, por isso, precisamos considerar o “outro lado da estética”. Penteados “de ladinho” por exemplo, grudam no suor do pescoço. Cabelos soltos costumam despencar lá pelas tantas na festa. Se você quer se manter linda o tempo todo, então o melhor são os bons, velhos e clássicos penteados presos para noivas.

5-dicas-para-equilibrar-o-seu-look-de-noiva-imagem-03

4- Fazer prévia de penteado e maquiagem é fundamental para você se sentir segura no dia do casamento, porém evite levar muitas pessoas com você, para evitar que elas possam interferir na sua decisão. Eu por exemplo, levei apenas a minha mãe e a minha madrinha de casamento.

5- Leve sempre em conta o comprimento dos seus cabelos. Cabelos médios podem não ter um bom efeito se solto, já os cabelos curtos deverão ser trabalhados no volume. Já as noivas de cabelos longos deverão evitar os cabelos soltos se o vestido for decotado atrás.

Vestidos usados no casamento de Nicole em Amor à Vida inspiram madrinhas fashionistas.

agosto 12th, 2013

Leila (Fernanda Machado) e Pilar (Susana Vieira) foram madrinhas do casamento de Nicole em Amor à Vida, realizado à noite, usando vestidos curtos.

Uma ousadia muito fashion!

As convidadas da festa, por sua vez, usaram modelos que são inspiração para quem está à procura do look para subir no altar.

Inspire-se e veja dicas! imagem-01-vestidos-usados-no-casamento-de-nicole-de-amor-a-vida-inspiram-madrinhas-faschionistas

As madrinhas do casamento de Nicole (Marina Ruy Barbosa) e Thales (Ricardo Tozzi) em Amor à Vida provaram que é possível – e elegante – subir no altar usando vestidos curtos e até preto! O horário e o local da cerimônia determinam o modelo. À noite, o curtinho está liberado, mas exige glamour: brilho, tecidos nobres e acessórios sofisticados. A seguir, confira o look das personagens da novela, veja dicas e inspire-se!

imagem-02-vestidos-usados-no-casamento-de-nicole-de-amor-a-vida-inspiram-madrinhas-faschionistas

O vestido curto de Pilar (Susana Vieira) foi valorizado pelo tecido texturizado e brilhoso, por seus brincos e seu penteado sofisticado. O modelo é o ideal para marcar a cintura de quem tem o tipo físico retangular (a mesma medida de ombros, cintura e quadril). Mas, por ter brilho e textura, é melhor que seja evitado pela mulher plus size ou oval (volume concentrado na região do abdômen).

imagem-03-vestidos-usados-no-casamento-de-nicole-de-amor-a-vida-inspiram-madrinhas-faschionistas

O look de Leila (Fernanda Machado) quebrou tabus: era curto, preto e tinha decote nas costas. “Quis marcar a vilania da personagem quebrando a regra que proíbe essa cor no altar”, diz Labibe Simão, figurinista, em entrevista ao site da novela. O preto nem sempre é bem-vindo no altar. Mas a madrinha, junto da noiva, pode avaliar a escolha. Em Amor à Vida, para amenizar o tom, o vestido também tem flores bordadas de cinza e brilho.

imagem-04-vestidos-usados-no-casamento-de-nicole-de-amor-a-vida-inspiram-madrinhas-faschionistas

Paloma (Paolla Oliveira) não foi madrinha do casamento. Mas seu vestido longo também é inspirador. O modelo fluido e de seda pode ser usado em uma cerimônia noturna. Se a festa for realizada ao ar livre, o vestido não precisa de adaptações. Mas, se for usado dentro da igreja, será preciso equilibrá-lo com elementos que deem glamour ao look.

imagem-05-vestidos-usados-no-casamento-de-nicole-de-amor-a-vida-inspiram-madrinhas-faschionistas

Descolada, Patrícia (Maria Casadevall) uniu o comprimento mullet, que é uma tendência de moda, ao look formal – que também tinha um corselet – que usou como convidada do casamento de Nicole e Thales. A suavidade da cor clara do vestido contrasta com a força do colar de pedraria e correntes, inserido no visual propositalmente.

imagem-06-vestidos-usados-no-casamento-de-nicole-de-amor-a-vida-inspiram-madrinhas-faschionistas

Edith (Bárbara Paz) é uma mulher fashionista! E no caso dela, a personalidade está exposta em todo o modelo assimétrico e “recortado”. Como o vestido é preto, para usá-lo, a madrinha precisa da “autorização” da noiva. E para vestir o modelo de Edith, é preciso usar um salto bem alto. O comprimento pode achatar a silhueta da mulher por causa da sobreposição de tecido.

Já ouviu falar em micasório?

agosto 9th, 2013

A novidade tem conquistado os noivos apaixonados por micareta, confira!

ja-ouviu-falar-em-micasório

Imagine transformar o seu casamento em uma mini- micareta? Essa é a proposta de alguns casais que resolveram inovar na hora do sim (e na pista!). É isso mesmo. Já tem até empresas especializadas na confecção de camisetas e abadás que estão se profissionalizando para atender os noivos exigentes e seus convidados. “Uma opção legal é colocar alguns acessórios para que as convidadas possam customizá-las na própria festa ou contratar uma oficina de customização de abadás”, recomenda Vanessa Blanco, da UP Assessoria de Eventos.

Prova disso são os noivos Thiago e Lívia, que sempre frequentaram, desde que se conheceram, inúmeras festas de música baiana e micaretas pelo Brasil todo. “No Carnaval de Salvador, por exemplo, vamos todos os anos desde o início do namoro, totalizando sete anos consecutivos. Já que a festa de casamento tem que ter a cara dos noivos, não deixamos de contratar uma banda de Axé e ter abadás distribuídos para os 350 convidados. Tivemos receio de não agradar a todos, principalmente de as mulheres não vestirem o abadá. Mas na hora que a banda começou a tocar todo mundo deixou a vaidade de lado e foi para a pista”, relembra o casal.

Thiago explica que a micareta e o abadá substituíram aquele ‘estilo comportado’ e formal de festa e deixaram os convidados mais à vontade. “Fizemos uma cerimônia tradicional, no Mosteiro de São Bento, e na hora da banda entrou todo mundo do “Falsos Baianos”. Estava previsto, inicialmente, para ficarem até duas horas, mas o pessoal se envolveu tanto com a animação que o show durou três horas. Outra coisa que fizemos foi não ter dançado valsa e, sim, a música “Dia Branco” do Asa de Águia. Ela tem um ritmo lento e uma letra maravilhosa que remete perfeitamente ao momento que estávamos vivendo”, conta ele.

No entanto, a assessora de eventos Vanessa alerta para alguns cuidados quanto aos convidados. “A gente entende que faz parte da história do casal, muitos até se conheceram em micareta. Mas é preciso cuidado, pois o abadá, mesmo que personalizado para o casamento, muitas vezes não combina muito com os trajes elegantes. Outra alternativa pode ser fazer assessórios como bandanas personalizadas ou guias de Ghandi e distribuir na pista de dança, pois interfere menos no visual dos convidados”, orienta.

Veja algumas empresas que produzem abadás para festa de casamento:

Banda Abalouko

O serviço oferece uma banda com músicos, cantores e bailarinos. Nesse caso, os convidados ganham abadás e bandanas personalizadas com os nomes, além de fotos, logotipos ou caricaturas dos noivos. O kit é entregue logo depois das formalidades da festa e valsa. E acreditem, eles também oferecem a contratação de um trio elétrico para a festa. Os valores variam conforme o pacote fechado. Mas, em média, cada abadá fica entre R$10 e R$25. Já a bandana tem um custo adicional entre R$5 a R$15 a unidade, de acordo com o modelo e quantidade. Quanto à banda, o preço fica em torno de R$ 8 mil e o show tem duração de três horas.

Central das Camisetas

O valor para confecção do abadá, tendo como referência 100 unidades, fica entre R$ 11,50 e R$ 16,50 a unidade. No entanto, se as camisas forem com mangas o preço terá um acréscimo de R$ 0,70 no valor de cada uma. E atenção na hora de se programar, pois leva de 10 a 12 dias para serem finalizadas e entregues. A empresa fica localizada na Bahia.

Confecções Pethiga

Para um mínimo de até 250 unidades, cada abadá sai por cerca de R$ 12 e o prazo de entrega pode demorar até 45 dias. É possível decorar os kits com qualquer foto do casal, bem como caricatura e desenho.

Dicas para noivas: penteados com flores no cabelo.

agosto 6th, 2013

Sem dúvida, não é nada fácil escolher o penteado para o grande dia! O mais comum e tradicional sempre foi e ainda serão os coques, mas cada dia mais vemos noivas apostando em algo diferente, original e que combine mais com o seu estilo próprio e o estilo escolhido para todo o casamento em si. Para as noivinhas de plantão, que estão antenadas nas tendências de penteados para 2014, verão aqui, mais uma dica para noivas hippie chic! Um dos mais escolhidos e que tem sido uma boa opção são os penteados para noivas com flores no cabelo!

Muito provavelmente essa “moda” começou a aparecer nos editoriais:

imagem-01-dicas-para-noivas-penteados-com-flores-no-cabelo

Mas, depois, e cada vez mais, as noivas estão aderindo! Podendo ser em forma de uma grande e cheia tiara:

imagem-02-dicas-para-noivas-penteados-com-flores-no-cabelo

Ou, para as mais discretas, que não querem algo muito extravagante, elas podem ser montadas com uma única flor ou com flores menores e bem delicadas:

imagem-03-dicas-para-noivas-penteados-com-flores-no-cabelo

E até mesmo, flores artificiais ou de tecido, colocadas por todo o penteado:

imagem-04-dicas-para-noivas-penteados-com-flores-no-cabelo

Se quiser pode optar por flores naturais, dando um ar boêmio ao seu look de noiva

imagem-05-dicas-para-noivas-penteados-com-flores-no-cabelo

Também para convidadas e madrinhas: tiaras com flores!

imagem-06-dicas-para-noivas-penteados-com-flores-no-cabelo

Para combinar e ficar ainda mais fofo, que tal sugerir algo parecido para a daminha?

imagem-07-dicas-para-noivas-penteados-com-flores-no-cabelo

Depois de todas essas ideias, é só escolher a sua preferida e arrasar!

Vestido de noiva: descubra qual é o modelo ideal para cada silhueta

julho 31st, 2013

Não existem regras rígidas para escolher o vestido de noiva. Mas, para ter um visual digno de princesa, é preciso conhecer seus pontos fortes. Saiba qual modelo mais valoriza o seu tipo físico e arrase!

vestido-de-noiva-descubra-qual-e-o-modelo-ideal-para-cada-silhueta-imagem-01

Bolo de noiva, império, sereia, sequinho, mullet. A variedade de modelos e a importância do look fazem da escolha do vestido de noiva uma tarefa que exige pesquisa e disposição. Afinal, a noiva vai usá-lo por um dia apenas, mas a lembrança – e as fotos! – duram a vida inteira. Não existem regras para escolher o vestido, mas há truques que ajudam a valorizar o seu tipo físico. “Ao combinar suas preferências de estilo com os tecidos, modelos e detalhes que funcionam melhor para seu corpo, você terá uma aparência elegante que inspira conforto e confiança”, diz Zayna Mosam, consultora de imagem e porta-voz da Association of Image Consultants International (AICI).

Existem seis tipos físicos: retangular, ampulheta, triângulo, triângulo invertido, oval e plus size. Cada um deles apresenta características que devem ser valorizadas ou minimizadas pelo design do vestido para que a noiva tenha um visual harmonioso. Veja as dicas dos estilistas Martha Medeiros, Penha Maia e Sandro Barros e da consultora de imagem Gabí F. Souzä.

Silhueta triângulo

O volume do corpo triângulo é maior na região do quadril. Para equilibrar, a sugestão é valorizar o colo com elementos que ajudam a aumentá-lo. “O ponto focal do vestido deve ser a área que compreende seios e ombros”, sugere Gabí F. Souzä. Abuse de golas altas, mangas e textura. “Para essa noiva, eu faria um vestido tomara que caia e cobriria o colo com tule transparente todo bordado com rosas de renda”, sugere Martha Medeiros. A saia do vestido, por sua vez, precisa ter bom caimento, de preferência fluido, e ser
discreta. “É um erro pensar que a roupa justa vai afinar o quadril. Ela aumenta”, diz Martha. Uma boa opção para essa silhueta é a saia reta porque o tecido “cai” como uma linha direta do quadril aos pés, um truque que disfarça o tamanho da região. “A modelagem da parte inferior do vestido é o que equilibra o visual. O volume tem que parecer pertencer à saia, e não à noiva”, diz a estilista.

vestido-de-noiva-descubra-qual-e-o-modelo-ideal-para-cada-silhueta-imagem-02
Como é a silhueta triângulo? A medida do quadril é maior do que a região do colo, que compreende ombros e busto.
Invista em decotes que terminam próximo ao pescoço, como o careca, golas altas e texturas cobrindo o colo.
Evite usar saia volumosa e texturizada.

Triângulo invertido

A noiva do tipo físico triângulo invertido tem a parte superior do corpo (ombros e seios) maior do que o quadril. Um look harmonioso, nesse caso, precisa equilibrar o volume das duas partes. Ou seja, valorizar a região inferior. E o segredo são as saias volumosas. “É possível usar saia com babado ou armada e com bastante textura”, diz Martha Medeiros. O vestido ‘bolo de noiva’ é o mais indicado. Mas, como nem toda mulher gosta do estilo princesa, existe um “truque” na manga – literalmente. “É possível usar uma manga comprida que começa bem colada ao braço e vai ganhando uma forma ampla até chegar no pulso”, diz Martha. Mas é preciso cuidado. Qualquer volume em excesso na parte de cima pode desequilibrar o visual. “Evite mangas bufantes e textura”, recomenda. O ideal é que o corpo do vestido seja liso e tenha decote V. “O formato do decote ‘divide’ o colo e, assim, afina a região”, afirma a estilista.

vestido-de-noiva-descubra-qual-e-o-modelo-ideal-para-cada-silhueta-imagem-03

Como é a silhueta triângulo invertido? A região do colo (ombros e seios) é maior do que a medida do quadril.
Invista em saia volumosa e texturizada.

Evite usar decotes que façam do colo o ponto central do look.

Retângulo

A mulher de tipo físico retangular tem as mesmas medidas nos ombros, na cintura e no quadril. Como a silhueta não tem curvas, o vestido de noiva precisa ter volume e afinar – apenas visualmente – a cintura. “O ponto focal do vestido tem que ser o meio do corpo. Para chamar atenção para a região, é possível usar um vestido bem acinturado e com volume na saia, um cinto ou uma faixa, por exemplo, e um decote V, que ‘aponta’ e destaca a cintura no lugar certo”, afirma Gabí F. Souzä, consultora de imagem da Boucle Consulting. O corpo reto tem uma vantagem em relação aos demais: está liberado para usar quase todos os modelos de vestido, exceto o de corte reto. “O segredo está na cintura. Se ela estiver marcada, qualquer modelo valoriza”, afirma Martha Medeiros, estilista, que acredita que o retangular é o tipo físico mais fácil de vestir. “A noiva pode usar babado, prega, textura. E até investir em elementos que aumentem o quadril, como a saia rodada, ou o busto, como os decotes com renda bordada ou pedraria”, avalia.

vestido-de-noiva-descubra-qual-e-o-modelo-ideal-para-cada-silhueta-imagem-04

Como é a silhueta retângulo? O ombro, a cintura e o quadril têm, em média, o mesmo tamanho. O corpo não tem volume.
Invista em faixas, cintos e detalhes que marcam a cintura.
Evite usar vestidos com corte reto.

Ampulheta

O corpo “violão”, como é mais conhecido, tem a mesma largura na região dos ombros e do quadril, mas a cintura é fina. Por ser completamente curvilínea, a noiva não pode abusar da modelagem justa e do decote profundo. “O vestido precisa ser ajustado ao corpo, o que é diferente de ser justo”, afirma Penha Maia, estilista da Pó de Arroz. Caso contrário, “ela corre o risco de ficar sexy demais para a ocasião”, diz. A palavra-chave para escolher o modelo é harmonia. “Usar uma cintura alta, por exemplo, ajuda a suavizar a silhueta, já que a saia cai de forma fluida no quadril e garante feminilidade ao visual”, afirma Martha Medeiros. Saias retas, tecidos fluidos e cintura levemente marcada valorizam o corpo da noiva. “É preciso ter em mente que, se exagerar no volume, o corpo vai ficar visualmente ‘cheio’”, alerta a estilista. O sucesso do look está relacionado à maneira como a noiva vai usar o vestido. “É preciso buscar equilíbrio”, sugere Martha.

vestido-de-noiva-descubra-qual-e-o-modelo-ideal-para-cada-silhueta-imagem-05

Como é a silhueta ampulheta? O ombro e o quadril têm a mesma medida e o tamanho da da cintura é menor. É o famoso corpo “violão”.
Invista em modelos de vestido tomara que caia.

Evite modelagens justas.

Plus size

Para a noiva plus size, vale a máxima do “menos é mais”, já que o corpo é proporcionalmente volumoso. “Evite franzido no corpete ou na saia do vestido, texturas, bordados e babados que aumentam visualmente o tamanho do corpo”, aconselha Penha Maia. Apesar de o volume ser proporcional, geralmente o corpo tem características do tipo físico que tinha antes de ser plus size. E são elas que determinam os detalhes do modelo. Mas os tecidos rígidos, por exemplo, funcionam para toda mulher plus size. “O crepe e a renda, por exemplo, ficam bem porque não marcam e ajudam a modelar a silhueta”, afirma Sandro Barros. A modelagem fluida, o decote V, as mangas ‘sequinhas’ e o caimento reto a partir da cintura também são elementos que garantem o sucesso da produção. E todo o volume que a noiva vai deixar de usar no vestido pode ser concentrado na barra e na cauda ou no arranjo do cabelo.

vestido-de-noiva-descubra-qual-e-o-modelo-ideal-para-cada-silhueta-imagem-06

Como é a silhueta plus size? A forma do corpo é proporcional, mas volumosa. O volume está distribuído igualmente entre as regiões do colo (ombros e seios), abdômen e quadril.
Invista em vestidos com corset e modelos com manga sequinha, que ajudam a suavizar os braços.
Evite usar tecido com bordado e pedraria.

Oval

A medida da cintura da mulher de silhueta oval é maior do que as do quadril e do colo. Neste caso, buscar uma proporção equilibrada não significa igualar o volume em todo o corpo. A ideia é minimizar o tamanho do abdômen. “Um vestido de corte império e com estrutura rígida, que ajuda a disfarçar a barriga, é o mais indicado”, diz Sandro Barros, estilista. A faixa que caracteriza o modelo precisa estar localizada na região mais fina do abdômen, mesmo que não seja logo abaixo do busto. Para os demais modelos de vestidos, vale a pena apostar no corpete com a cintura levemente marcada. Brilho e textura são válidos em pontos estratégicos. “A noiva pode usar, com moderação, elementos que garantem volume, como a textura, desde que seja no ombro ou na saia”, afirma a estilista Penha Maia. O decote V valoriza a produção, diferentemente dos decotes próximos ao pescoço, como o canoa, que dão volume.

vestido-de-noiva-descubra-qual-e-o-modelo-ideal-para-cada-silhueta-imagem-07

Como é a silhueta oval? O volume do corpo está concentrado na região do abdômen.
Invista no decote “V”.
Evite usar elementos que marquem a cintura.