Já ouviu falar em micasório?

agosto 9th, 2013

A novidade tem conquistado os noivos apaixonados por micareta, confira!

ja-ouviu-falar-em-micasório

Imagine transformar o seu casamento em uma mini- micareta? Essa é a proposta de alguns casais que resolveram inovar na hora do sim (e na pista!). É isso mesmo. Já tem até empresas especializadas na confecção de camisetas e abadás que estão se profissionalizando para atender os noivos exigentes e seus convidados. “Uma opção legal é colocar alguns acessórios para que as convidadas possam customizá-las na própria festa ou contratar uma oficina de customização de abadás”, recomenda Vanessa Blanco, da UP Assessoria de Eventos.

Prova disso são os noivos Thiago e Lívia, que sempre frequentaram, desde que se conheceram, inúmeras festas de música baiana e micaretas pelo Brasil todo. “No Carnaval de Salvador, por exemplo, vamos todos os anos desde o início do namoro, totalizando sete anos consecutivos. Já que a festa de casamento tem que ter a cara dos noivos, não deixamos de contratar uma banda de Axé e ter abadás distribuídos para os 350 convidados. Tivemos receio de não agradar a todos, principalmente de as mulheres não vestirem o abadá. Mas na hora que a banda começou a tocar todo mundo deixou a vaidade de lado e foi para a pista”, relembra o casal.

Thiago explica que a micareta e o abadá substituíram aquele ‘estilo comportado’ e formal de festa e deixaram os convidados mais à vontade. “Fizemos uma cerimônia tradicional, no Mosteiro de São Bento, e na hora da banda entrou todo mundo do “Falsos Baianos”. Estava previsto, inicialmente, para ficarem até duas horas, mas o pessoal se envolveu tanto com a animação que o show durou três horas. Outra coisa que fizemos foi não ter dançado valsa e, sim, a música “Dia Branco” do Asa de Águia. Ela tem um ritmo lento e uma letra maravilhosa que remete perfeitamente ao momento que estávamos vivendo”, conta ele.

No entanto, a assessora de eventos Vanessa alerta para alguns cuidados quanto aos convidados. “A gente entende que faz parte da história do casal, muitos até se conheceram em micareta. Mas é preciso cuidado, pois o abadá, mesmo que personalizado para o casamento, muitas vezes não combina muito com os trajes elegantes. Outra alternativa pode ser fazer assessórios como bandanas personalizadas ou guias de Ghandi e distribuir na pista de dança, pois interfere menos no visual dos convidados”, orienta.

Veja algumas empresas que produzem abadás para festa de casamento:

Banda Abalouko

O serviço oferece uma banda com músicos, cantores e bailarinos. Nesse caso, os convidados ganham abadás e bandanas personalizadas com os nomes, além de fotos, logotipos ou caricaturas dos noivos. O kit é entregue logo depois das formalidades da festa e valsa. E acreditem, eles também oferecem a contratação de um trio elétrico para a festa. Os valores variam conforme o pacote fechado. Mas, em média, cada abadá fica entre R$10 e R$25. Já a bandana tem um custo adicional entre R$5 a R$15 a unidade, de acordo com o modelo e quantidade. Quanto à banda, o preço fica em torno de R$ 8 mil e o show tem duração de três horas.

Central das Camisetas

O valor para confecção do abadá, tendo como referência 100 unidades, fica entre R$ 11,50 e R$ 16,50 a unidade. No entanto, se as camisas forem com mangas o preço terá um acréscimo de R$ 0,70 no valor de cada uma. E atenção na hora de se programar, pois leva de 10 a 12 dias para serem finalizadas e entregues. A empresa fica localizada na Bahia.

Confecções Pethiga

Para um mínimo de até 250 unidades, cada abadá sai por cerca de R$ 12 e o prazo de entrega pode demorar até 45 dias. É possível decorar os kits com qualquer foto do casal, bem como caricatura e desenho.

Leave a Reply