12 dicas para economizar no casamento.

janeiro 17th, 2014

12-dicas-para-economizar-no-casamento

A cerimônia de casamento é um sonho para muitos, mas transformar o sonho em realidade pode sair caro. E, se endividar logo no começo da vida a dois, pode não ser uma boa ideia – já que outros gastos, como a compra de um imóvel, podem estar nos planos do casal.

Época NEGÓCIOS perguntou para duas especialistas no assunto quais itens deixam uma cerimônia mais cara. Tatiana Goldstein, CEO e fundadora do Casar Casar, site de organização de casamentos, e Gabriela Camargo, sócia da assessoria de eventos Festivitá deram dicas de como economizar na festa do casamento, sem que ela deixe de ser um evento inesquecível. Produtos caros podem ser substituídos facilmente. “Todos os pontos do casamento podem ser barateados, basta ter paciência e fazer um trabalho de pesquisa legal”, afirma Tatiana.

– Decoração

Para deixar a festa mais barata, a noiva pode decorar parte da própria festa. Na cerimônia matrimonial, dá para substituir o decorador por você mesma. Segundo Tatiana Goldstein, do Casar Casar, dá para aproveitar da tendência “Do It Yourself”. “A noiva pode fazer os arranjos ou parte da decoração da festa. Uma boa ideia é pedir ajuda para as amigas. Dá para aproveitar a onda vintage também e utilizar objetos pessoais da avó e da tia. Frascos, porta-retratos e velas da própria casa podem ser utilizados. Se tiver habilidade manual, dá pra fazer bastante coisa”, afirma.

– Flores

Escolher a flor da estação barateia a festa. Algumas noivas podem ter o sonho de se casar com determinados tipos de flores dentro da igreja e do salão de festas. Abandonar o sonho de se casar com tulipas no verão, por exemplo, deixa a cerimônia mais barata, segundo a sócia da assessoria de eventos Festivitá, Gabriela Camargo.

– Vestido

Aproveitar o vestido da avó ou da mãe é uma boa opção. Se o modelo mais antigo não agrada, alugar a peça deixa o orçamento ainda mais barato. “Se a noiva não quiser um vestido que já foi usado por alguém, pode optar também pelo primeiro aluguel, que é mais barato do que comprar um vestido”, afirma Tatiana.

– Número de mesas / Convidados

Quanto maior o número de mesas, maiores são os gastos. Para Tatiana, do site Casar Casar, menos mesas significam menos toalhas, menos arranjos, mas menos lugares para sentar também. “Passar e repassar a lista de convidados é extremamente importante. Tem que convidar quem realmente importa. É importante não convidar ninguém por obrigação”.

– Comida

Optar por um cardápio sofisticado, mas com menos opções também deixa a festa de casamento mais barata. “É importante tentar fugir do chamado “cardápio empratado”, quando o prato já vem montado e a comida vai até o convidado. Para deixar mais barato, vale o “cardápio americano”, que o convidado se serve e não é necessário contratar mais mão de obra para a festa”, afirma Gabriela da Festivitá. Outra opção que deixa a festa ainda mais barata é contratar uma ilha de comida e servir apenas o prato principal, que pode ser uma massa ou um risoto.

– Doces

Para os doces e lembrancinhas é importante escolher uma embalagem mais básica. “A embalagem pode custar quase o preço do doce”, afirma.

– Bebidas

Fazer uma compra consignada quando for escolher as bebidas é fundamental para economizar. “Sobra uma quantidade muito grande de bebidas depois do casamento. Para evitar restos, vale a pena comprar só metade das bebidas e a outra metade só pagar o que usar. Desse jeito, você devolve aquilo que não foi usado”, afirma Gabriela.

– Convite

Alguns casais estão criando sites do próprio casamento para armazenar fotos, divulgar a lista de presentes, organizar a disposição das mesas na festa, controlar o orçamento e até substituir o tradicional convite impresso. “Desse modo, os noivos não precisam arcar com os custos do papel, da impressão e da entrega do convite. Dá até para fazer o RSVP online.”, afirma Tatiana. O portal Casar Casar possui essas ferramentas.

– Músicos

Para economizar, uma boa dica é substituir a banda por um DJ. Segundo Gabriela, a banda pode fazer exigências, como aparelhos de som e luz, que podem até dobrar o custo do cachê.

– Fotógrafos

Na hora de escolher um fotógrafo, vale ter paciência e procurar bastante – a variedade do serviço é enorme. “Em minha opinião, é um investimento que vale muito a pena. É o que fica da festa. Passa tudo tão rápido, que tem detalhes que você acaba nem prestando atenção e um fotógrafo bom te ajuda a registrar esses momentos”.

– Lista de presentes

Fazer uma lista de presentes virtual pode ser uma boa opção para colocar mais dinheiro na festa. Os convidados compram os produtos para o casal no site e os noivos recebem, em vez do produto, o valor equivalente em dinheiro direto na conta para usar como quiserem.

– Guarde dinheiro para emergências

Deixar separado uma quantia para uma eventual emergência é uma boa dica, segundo Tatiana. “Se não usarem o dinheiro para a festa, podem deixar para gastar na lua de mel. Fica como uma surpresa boa”.

Leave a Reply